Escolhendo peles para a bateria

Há infinitos tipos, modelos e fabricantes de peles. Remo, Aquarian, Evans... cada uma com características distintas; pele de filme simples, pele de filme duplo, hidráulicas, porosas, clear ... Basta dar uma olhada num catálogo de uma dessas marcas para ver a infinidade e opções e ficar confuso na hora de escolher. Veremos aqui alguns conceitos básicos para ajudar a distinguir essas diferenças:
· peles grossas vão resultar num som mais grave que as peles finas

· peles revestidas (porosas) vão inibir os harmônicos melhor que as não revestidas

· peles ( com um círculo preto no centro) também inibem os harmônicos

· peles de filme duplo produzem um som mais "cheio" do que as peles de filme simples e também inibem os harmônicos.

Que tipo (estilo) de música você toca? Talvez você precise de um som leve, com mais "brilho" como no jazz. Então use peles finas; ou se você procura um som mais pesado como rock, use peles mais grossas, como as hidráulicas.

É claro que as regras são feitas para serem quebradas. Tente algo diferente; experimente. Combine os vários tipos de peles e crie seu som.

Abafadores

Aqui as coisas ficam um pouco subjetivas. Através dos anos muitos bateristas vêm empregando diferentes maneirar de "abafar" seu instrumento. As razões para fazerem isso, geralmente são:

· controlar os harmônicos

· diminuir o decay

· conseguir um som mais encorpado do tambor.

Hoje em dia os fabricantes de peles oferecem uma variedade enorme de abafadores. Aros de plástico, espumas auto-adesivas, travesseiros para bumbo, etc. como na escolha da pele, é interessante você experimentar os vários tipos de abafadores e verificar qual se adapta ao seu tipo de som.

Leave a Reply

Ocorreu um erro neste gadget

TESTE2

TESTE

Não perca a hora!

relojes web gratis

POSTAGENS RECENTES

DEIXE SEU RECADO!

Seguidores

GERADOR DE CÒDIGOS

CONTADOR DE VISITAS